terça-feira, 7 de maio de 2013

Curso: Jardim Comestível - Uso culinário de plantas alimentícias não convencionais.



 
Reproduzo abaixo o informe do simpósio do qual vou participar como palestrante, no Jardim Botânico Plantarum.
......

Você sabia que muitas das plantas silvestres são saborosos e nutritivos alimentos?
 
Araruta, ariá, bertalha, bredo, coentro-bravo, cachi, cará, guandú, jacatupé, jambú, mangarito, moringa, ora-pro-nobis, serralha, taiá, taioba e vinagreira são apenas alguns exemplos de plantas que outrora foram amplamente utilizadas na alimentação básica de nossos ancestrais e que, por alguma razão, foram esquecidas pelas gerações que se sucederam.
 
Em comemoração à Semana Mundial do Meio Ambiente o Jardim Botânico Plantarum realizará encontro técnico com foco na revalorização, identificação, cultivo e utilização gastronômica de inúmeras espécies vegetais ainda pouco conhecidas.
 
O evento é destinado aos estudantes de biologia, gastronomia, agronomia, viveiristas, horticultores, jornalistas, chefes de cozinha e demais interessados nas tendências modernas da culinária.
 
PROGRAMAÇÃO
 
9h – Credenciamento e café de boas vindas (incluso) no Centro de Eventos JBP.
 
9h30min – Palestra Introdução à Etnobotânica – Harri Lorenzi
 
10h – Palestra Princípios da Gastronomia – Andrew Scott Bushee
 
10h30min – Palestra Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANC) – Valdely Kinupp
 
12h – Almoço (incluso) convencional e especial com PANC’s no Centro de Eventos JBP. Tempo livre para visitação ao jardim e à coleção de PANC´s.
 
14h – Palestra Plantas alimentícias não convencionais encontradas no espaço urbano da cidade de São Paulo  - Neide Rigo
 
15h – Palestra Resgate de Conhecimentos Tradicionais: Produção e Consumo de Hortaliças Não Convencionais no Vale do Paraíba/SP. - Cristina Maria de Castro
 
15h30min – Palestra Conversão da monocultura de Guanandi (Calophyllum brasiliense) em Sistemas Agroflorestais e seus desafios no manejo e formação do Ambiente & OBJETIVOS DA REDE AGROFLORESTAL DO VALE DO PARAÍBA – Patrick Assumpção
 
16h - Sessão de autógrafos por Harri Lorenzi nos livros da série Plantarum.
 
 
 
INVESTIMENTO (inclui café da manhã, palestras, almoço e certificado).
 
Até dia 15 de maio - R$ 200,00 por pessoa.
 
Após dia 15 de maio – R$ 250,00 por pessoa.
 
Até 15 de maio – R$ 180,00 (valor especial para Associados do JBP).
 
 
VAGAS LIMITADAS - GARANTA SUA PARTICIPAÇÃO
 
Consulte disponibilidade de vagas pelo e-mail curso@plantarum.org.br e aguarde as instruções de como se inscrever.
 
 
 
Como chegar              Onde se hospedar
 
 
Mais informações pelo telefone: 19 3466 5587 e no portal www.plantarum.org.br
 
Jardim Botânico Plantarum é uma associação sem fins lucrativos, dedicada à educação, pesquisa e à conservação da flora brasileira, reconhecida pela Comissão Nacional de Jardins Botânicos.
Seu acervo botânico vivo é constituído por exemplares de mais de 3700 espécies de plantas, identificadas e cultivadas em uma área aberta à visitação com 80 mil m2 de jardins temáticos, maciços floríferos, lagos, bosques de árvores nativas e mais de cinco quilômetros de acessos pavimentados para caminhada e fruição.
 
Você pode colaborar para divulgação de nosso trabalho repassando esta informação entre seus contatos!
 
Caso não deseje receber nossos informativos, basta descadastrar seu e-mail em nosso portal.
 
 
 
 
JANTAR GOURMET "JARDIM COMESTÍVEL"
 
NO BRAVISSIMO RISTORANTE
 
Local: Jardim Botânico Plantarum – Nova Odessa – SP.
 
Dia 08 de junho de 2013, às 20h.
 
Jantar especialmente elaborado com plantas alimentícias não convencionais e cardápio tradicional.
 
Como reservar: 19 3498 2031 / 19 3402 6336 / 19 8136 7277 (TIM)
 
E-mail: bravissimoristorante@hotmail.com

9 comentários:

André Coelho disse...

Rapaiz... eu vou nesse negócio! Tô querendo montar um jardim comestível em casa e tô afundado nesse papo das pancs...

Anônimo disse...

pareçe que o ano agora desandou né mesmo o Neide vixi quanta novidade, veremos se eu vou poder ir ando precisando de ficar no mato tô muito cansada.ando vendo até a permacultura meu neto diz que tô ficando doida.Bjs. (Diulza)

João Inácio disse...

Pena ser tão longe!

Anônimo disse...

Que delícia! pena que não posso ir, mas tenho certeza que será um sucesso! Abç
Izabel

Guilherme Ranieri disse...

Neide, você mais do que ninguém, sabe o quanto eu gostaria de estar ai fazendo parte disso!
Tenho certeza que será fantástico!

Kitanda Brasil - Quitandas e Quitutes disse...

Oi mulher.....qto tempo....
Você precisa vir pra essas bandas de cá. Há 15 dias fiz um curso de horticultura não convencional promovido pela Epamig, que mantem um viveiro com plantas "não convencionais"...engraçado o nosso mato de todo dia agora ser classificado como não convencional. Coisas que minha avó nos dava para comer e que você acha nesse fértil "terreiro" que é o alto da lapa.
Minha terra está sendo preparada para receber a Bertalha, a Taioba, o Mangarito, a Azedinha, o Lambari da Horta.....e o Cansanção (esse eu não conhecia), é uma urtiga que tem que ser colhida com luvas mas depois do seu cozimento fica macia e deliciosa.....Muitas coisas aprendidas nesse lado daqui das montanhas. Venha passar uns dias comigo...vou adorar.
beijos

Neide Rigo disse...

André, então vamos lá!

Diulza, assim a gente se conhece pessoalmente. Bora lá!

João,longe é um lugar que não existe rss.

Izabel, obrigada!

Guilherme, você faria isto melhor que eu, sabe disto. Mande notícias dessas terras.

Tanea, pois é, este nome "não convencional", não convence quem, como nós, comemos estas folhas desde crianças, mas enquanto não encontram um nome melhor, vamos nos entendendo com este mesmo. Um dia vou aí, ah, se vou. Obrigada pelo convite.

Um abraço, n

Alice disse...

Que emoção! Vou te conhecer lá!

Naomi disse...

Estou ansiosa!!!
Quando vi este tema me inscrevi na mesma hora! Nem acredito que você estará lá!!!