segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Minha massa de panqueca

De vez em quando elas aparecem no café da manhã, com rodelas de banana cozidas com mel, canela e limão. Minha receita é simples. Bato no liquidificador 2 ovos, 1 xícara de leite, 1 xícara de farinha de trigo branca, 1 colher (chá) de sal, 1 colher (chá) de açúcar, 1 colher (chá) de fermento químico em pó (opcional) e 1 colher (sopa) de azeite ou óleo ou manteiga ou qualquer outra gordura. Colheres sempre rasas, claro. Sal e açúcar nesta quantidade faz da massa elemento versátil para recheios doces e salgados. O açúcar ajuda a dourar. E você ainda pode perguntar: mas pra que gordura na massa? Simples, pra não grudar. Foi um jeito que encontrei de não precisar ficar untando a frigideira mesmo que ela não seja de teflon. Se a superfície for bem limpa, limpa mesmo, sem partículas aderidas, tanto faz alumínio ou ferro, esfregadas com palha de aço para que fique bem lisinha, não precisa untar. A única coisa que faço é aquecer bem a frigideira e quando está bem quente como ferro de passar esfrego um guardanapo de papel com óleo, só para formar uma camada fina. E cuidado para não queimar a mão. Tem que fazer isto rapidamente. Não é pra usar pincel, que deixa uma camada mais grossa e pode queimar as cerdas, queimar o óleo. É vap vupt, segurando a parte de cima e esfregando a parte de baixo de uma amontoadinho de papel com óleo. Não deve restar óleo livre pipocando e queimando na superfície, deve funcionar com um verniz.  O fermento faz estes furinhos da foto. Mas não precisa.  Ah, não precisa também de liquidificador, se não quiser sujar mais tralhas. É só misturar bem na própria caneca que vai servir para despejar a massa na frigideira. Pode usar um batedor de arame para a massa ficar mais lisa. Se bater bem e deixar a massa descansando, o glúten ficará mais forte e a massa ficará menos frágil, fácil de virar. Isto será mais útil ainda se estiver complementando a massa com outros amidos mais fracos em glúten como as farinhas integrais, ou com aqueles sem glúten, como os amidos puros de raízes e outros cereais.  Para virar, primeiro, solte as bordas com uma espátula. E depois, dá aquela viradinha no ar, especialmente se tiver plateia e estiver carente de Ós! É tudo isto que tenho a dizer sobre massa de panqueca com trigo.  Se quiser panquecas coloridas sem glúten, tenho esta receita aqui

12 comentários:

Anônimo disse...

Neide,
A princípio, olhando a foto de relance pensei ser mais um cogumelo que vc teria descoberto no sítio...
Linda paisagem de fundo...
A minha receita de panqueca é bem semelhante à sua, só que não uso fermento. Vou usar da próxima vez.. o visual fica muito mais interessante com os furinhos...
bjs,
marlene

angel disse...

Linda panqueca, o texto nem se fala! Vou experimentar da forma que você ensinou!

Guilherme Ranieri disse...

Neide, experimente colocar 1 banana ou 1 maçã na massa, batendo junto. Uma pitadinha de canela, fica uma delícia! Acompanha bem sorvete, salada de frutas, creme, mel com, tahine...

Beijos

Gilda disse...

Você faz parecer tão divertido fazer panquecas que até anima os preguiçosos. E ficou tão linda que deu vontade de comer. Só não posso abusar das acrobacias aéreas que acabam em aterrissagem no fogão.

Juliana disse...

essa foto ficou demais!
e ao sr guilherme, obrigada que tentarei isso aí que ele sugeriu.

e obrigada pelas dicas, vou agregando um pouquinho daqui e outro dali, com o pouco que sei, e a comida só melhora!

abraço,

Ju

Leticia Cinto disse...

Puxa! Duas novidades para mim: colocar açúcar na massa (nunca coloquei) e substituir a manteiga por óleo ou azeite (eu me mato para bater bem a manteiga, que está sempre gelada!). Acho que dá para fazer crepe tb, só diminuindo um pouco a farinha... :)Obrigada pela super dica!

Anônimo disse...

Neide, vou experimentar a sua receita. A minha é mais simples: 1 ovo, 1 xícara de leite, 1 xícara de trigo, 1 pitada de sal e 1 colher (chá) de fermento em pó. Mas pergunto: o açúcar não interfere no sabor se o recheio for salgado?? Às vezes faço panquecas verdes acrescentando espinafre cozido e espremido na massa (truque para crianças que não comem verduras), fica muito bom. Abraços, Liliana.

Uilian Alexandre disse...

um fiquei com agua na boca e que texto maravilhoso parabens

Neide Rigo disse...

Marlene, o fermento serve para deixar a massa mais leve e com furinhos.

Angel, obrigada!

Guilherme, ótima dica. Anotada!

Gilda, mas o gostoso de se fazer panquecas são as acrobacias...

Juliana, obrigada!

Letícia, experimente.

Liliana, às vezes eu também só coloco um ovo. Ela só vai ficar mais grossa. E o açúcar, nesta quantidade, não interfere em nada no sabor da massa. Deixa, sim, mais equilibrada.

Uilan, obrigada!

Um abraço, n

Gabi disse...

:D vou fazer assim tb e amei muito aprender sobre os tempos de descanso e o pq de algumas outras coisas.

Obrigada!
Ontem eu comentei que estava com vontade de comer panquecas, mas não fui fazê-las. Não estou me permitindo muitas gordices a noite.

Anônimo disse...

Boaaa!
Costumo colocar 2 partes de farinha e 1 parte de aveia + linhaça. O sabor é praticamente o mesmo. Mas o aspecto nutricional é mais forte.
Piracaia cada vez mais linda!

Gabriela

Leticia Cinto disse...

Eu fiz! Deu super certo, tanto como panquecas (recheadas de carne moída) como como crepes (recheadas de presunto e queijo). Super aprovada! Bjs e obrigada :)