quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Trabalho pra Flora procura-se

Flora degustando queijos brasileiros no Terra Madre. Crachá de voluntária
Pode parecer estranho usar este espaço para isto, mas se ter um blog próprio não servir ao menos para ajudar os queridos, de que adianta a independência editorial?  Come-se é também utilidade pública. Vai que consigo unir dois interesses. Flora, minha sobrinha, de quem já falei aqui, vive em Paris, estuda geografia na Sorbonne (agora está no mestrado estudando agricultura familiar) e vai passar alguns meses aqui. E sabe como é, bolsa de estudante é curta -  agora, com a crise europeia, reduziram ainda mais, e ela quer trabalhar aqui em janeiro. Pode ser até durante as festas de final do ano, nas festas, não liga, o que quer é trabalhar e ganhar algum dinheiro que lhe pague a viagem. E não é porque sou tia, mas sei que a menina trabalha (já foi minha assistente, sabe fazer cuscuz argelino, e digo que é melhor que muitos estudantes de gastronomia na lida da cozinha). Desde adolescente fazia trabalho de secretária, fala francês e italiano, em Paris às vezes  faz bico de babá e trabalhou de tradutora voluntária no Terra Madre. É carismática, atenciosa e simpática, quem a conhece adora, e disse que pode trabalhar de vendedora, babá ou recepcionista, topa cobrir férias em um escritório ou fazer qualquer outro trabalho honesto que esteja ao seu alcance.  Mas, claro, vai achar o maior mico este anúncio aqui no Come-se. E ainda assim vai sorrir para tia. Bem, eu adoraria tê-la como assistente por um mês para colocar em ordem minha biblioteca, para arrumar o arquivo do blog, para me ajudar na cozinha etc, mas infelizmente não ganho para isto e tenho que me contentar em me multiplicar. Mas talvez o leitor ou leitora conheça alguém que queira contratá-la por um mês em janeiro. Pode indicar sem medo de errar. Ou pode vir reclamar depois aqui nos comentários, que prometo não apagar. Se quiser o currículo ou qualquer informação, escreva para mim,  neide.rigo@gmail.com,  e eu encaminho a ela.


14 comentários:

marta.hoffmann disse...

Neide,
adorei teu anuncio,me fez dar boas risadas!!!!! Espero que tenhas sucesso nesta procura.Meus filhos estudaram na França e um deles em Paris - École de chimie de Paris - e conheci alguns brasileiros de S.Paulo,estudantes da Unicamp fazendo mestrado lá.Todos com ajuda financeira do Governo Francês,o que me fazia comentar e reafirmar o tempo todo, que a patria francesa é uma mãe em termos de intercambio e ajuda a estudantes estrangeiros estudando na frança.Qdo.comento aqui,USA que o ensino na França é
totalmente gratuito, que os estudantes universitarios tem ajuda inclusive para pagamento de aluguel,o pessoal aqui não acredita (estudante universitario aqui termina os estudos com uma divida de no minimo US30.000,00).Não resisti utilizar teu blog para declarar minha admiração e reconhecimento a este pais maravilhoso que é a França.

Teresa Andrés disse...

Pois é, se a Flora, ME ESCREVER!!! ela bem que podia vir trabalhar na roça das minas nessas férias...ou ao menos visitar a amiga de infância, que tá com saudades e doida pra contar as novas da volta ;)

beijo, pras duas

teresa

Claudia disse...

Também ri :) fez bem em postar, tomara que surja uma oportunidade. Muito prendada a moça :)

reconquistar disse...

belissimo blog

reconquistar disse...

belissimo blog

reconquistar disse...

belissimo blog

reconquistar disse...

belissimo blog

reconquistar disse...

belissimo blog

reconquistar disse...

belissimo blog

reconquistar disse...

belissimo blog

reconquistar disse...

belissimo blog

reconquistar disse...

belissimo blog

reconquistar disse...

belissimo blog

reconquistar disse...

belissimo blog