segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Do trigo ao pão. Pão integral com sementes

Aquele trigo que fui ver ser colhido em Holambra foi moído no moedor elétrico de pedra que ganhei dos amigos Rui e Mariângela e virou pão. De dois jeitos, um com levain e outro com fermento biológico seco, comprado em supermercado.  A farinha foi moída grosseiramente porque não consegui ajustar o moinho para ficar mais fina, mas ficou do jeito que gosto, bem rústico.



Pão integral com sementes e levain

Desta vez, amassei tudo junto, na máquina de pão, ajudando eventualmente com uma colher de pau e deixando a tampa aberta - já que a quantidade de massa é maior que a capacidade da máquina. Usei o modo amassar que dura 1 hora e meia. Claro, que com levain, demora bem mais. Guie-se pela aparência da  massa, que deve ficar bem aerada. E isto pode levar umas 6, 7 horas. Ou menos, se estiver muito quente a temperatura ambiente.  Mas você também pode fazer tudo numa bacia, se não tiver máquina de pão.
Misturei tudo: 400 g de farinha de trigo integral moída grossa, 400 g de farinha branca, 400 g de levain reformado um dia antes, bem borbulhante, 400 ml de água,  2 colheres (sopa) de mel, 1 colher (sopa) de sal, 4 colheres (sopa) de sementes de girassol, 4 colheres (sopa) de sementes de abóbora, 4 colheres (sopa) de linhaça dourada, 4 colheres (sopa) de linhaça marrom e 4 colheres (sopa) de nozes grosseiramente picadas, 4 colheres (sopa) de castanha de caju picada (se não quiser, não use estas sementes e o pão ficará bom do mesmo jeito), 4 colheres (sopa) de manteiga. Deixei amassar bem, esperei crescer, modelei 4 pães, molhei a superfície,  rolei sobre grãos e sementes (incluí gergelim), deixei crescer novamente na forma untada e enfarinhada e assei em forno quente por uma hora.

Pão integral com sementes e passas (sem levain)

Coloque numa bacia (ou use a máquina), 1 envelope de 10 g de fermento biológico seco e despeje sobre ele 600 ml de água. Misture bem, junte 2 colheres (sopa) de mel e 1 de sal. Coloque 200 g de farinha de trigo integral moída grosseiramente e 800 g de farinha branca, aos poucos (deixe um pouco para o final). Misture bem primeiro com a colher e depois vá sovando com as mãos até formar uma massa homogênea.  Acrescente 1 punhado de sementes de abóbora, 1 punhado de sementes de girassol e outro de uvas passas. Junte ainda 8 colheres (sopa) de manteiga e misture bem, incorporando tudo à massa, usando o resto de farinha que sobrou para enfarinhar as mãos. Cubra, deixe crescer, modele 4 pães, molhe a superfície e role-os sobre sementes como linhaça, sementes de girassol e abóbora, gergelim etc, deixe crescer novamente já na assadeira untada e enfarinhada,  e asse em forno quente por mais ou menos  uma hora ou até ficar dourado e assado, com barulho oco ao ser batido com os dedos.

Nota: estes pães integrais ficam melhores depois de frio.  Se não tiver levain, comece o seu próprio. Se já tem, reforme com água e farinha  um dia antes. Ou veja aqui neste post:  http://come-se.blogspot.com.br/2012/09/pao-de-taro-inhame-e-beterraba-com.html


6 comentários:

Gilda disse...

Acabei de jantar e só de ver as fotos fiquei com fome de novo. Neide eu tenho feito seus pães e usado o mel. Meu marido é diabético, tem comido 1 fatia toda manhã e às vezes outra à tarde. Os exames dele não tem dado alteração, mas você acha que estou sendo insensata?

Rachel disse...

A aparência do pão é fantástica Neide...deve ficar ótimo. Ultimamente tenho tentado receitas de pão sem glúten/lactose e te confesso, não tem sido nada fácil...vou guardar essa para quando voltar a usar o trigo.
Bjuss!!!

Priscila Silva disse...

Eu estava justamente pensando em moer um trigo inteiro que tenho aqui para fazer pão...Acho que vou usar usa receita! Um abraço

FAZENDO ARTE disse...

Que delicia este pão, super saudavel e nutritivo! Bjs Oslaine.

CHICCO SAL disse...

Muito interessante este moinho de pedra. Posso ser indelicado e perguntar qual a marca e onde posso encontrar isso aqui no Brasil?

Juliana Diniz disse...

Muito bom! Aonde posso comprar o moedor elétrico de pedra? Abraço