sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Eu tenho medo do caruru-do-reino. Um caril com eles

Quando eu escrevi o post sobre caruru-do-reino subestimei um pouco sua capacidade reprodutiva. Depois de ter que limpar o muro para abrir espaço à uva que se espremia para lançar o primeiro cacho, percebi o tamanho da encrenca que seria levar estes bulbilhos para Piracaia. Eles tem uma capacidade de germinar impressionante. Cada um pode dar origem a mais que uma nova planta. E brota sem ser plantado. basta cair no chão. 

São deliciosas estas batatinhas, está certo, mas que fiquei com medo, fiquei. E entendi porque é considerada uma planta daninha, que pode colocar em risco plantas nativas. Ela se enrosca em tudo, domina tudo. Basta ver esta foto para saber o estrago que ela pode fazer se não for bem controlada. Acho que é uma boa planta para se ter confinada nos quintais das cidades, de maneira controlada, afinal as folhas são gostosas e os bulbilhos comestíveis oferecem infinitas possibilidades, garantindo comida para o ano inteiro. Além de não exigirem nenhum cuidado especial a não ser o controle da densidade. Se a comemos, mantemos sob controle. Mas plantar no campo pode ser perigoso. Assim como a ora-pro-nobis. 

De qualquer forma, colhi um monte, mais de bulbilhos que de folhas e fiz um curry de lentilhas com eles. Ficou muito bom.  Como já disse no outro post, eles são um pouco escorregadios, mas tem sabor suave e textura de batatas. E, vamos falar a verdade, são lindos. 

Formam aglomerados. Cada dedinho rende uma nova planta

De um dedindo nasce outro e outro e outro

Só aqui, uma centena ou mais de potenciais  novas plantas


















































Caril de lentilhas com caruru-do-reino 

Coloquei numa panela um pouco de óleo e juntei 1 colher (chá) de sementes de mostarda e 1 de cominho. Quando começaram a pipocar, juntei 2 colheres (chá) de alho socado junto com gengibre e sal. Refoguei até começar a dourar e juntei 1 tomate pequeno picado, umas 3 colheres (sopa) de cebola e 1 colher (sopa) de cada: pimentão amarelo, verde e vermelho, em cubinhos. Quando estava tudo bem quente, juntei 2 colheres (chá) de cúrcuma em pó (açafrão da terra)  uma pitada de pimenta vermelha seca,  1 colher (chá) de açúcar mascavo e 1 colher (chá) de suco de limão. Mexi e juntei um pouco de água, só para cobrir. Quando ferveu, acrescentei 1 xícara de lentilhas cozidas e 1 xícara de bulbilhos de caruru-do-reino cozidos. Temperei com sal e acrescentei mais água para formar um caldo. Deixei cozinhar uns 10 minutos para os sabores ficarem incorporados, juntei salsa picada e nhac com arroz.  Rende umas 4 porções. 

16 comentários:

Isis disse...

Oba! Espero que os que eu plantei vinguem e eu possa comê-los depois =D!
Obrigada, Neide!

Beijos!

João Inácio disse...

Oi Neide!
Esta planta é chamada de espinafre-gaúcho aqui no RS (tb de bertalha, apesar de bertalha ser outra planta). Lembro que vi algumas vezes durante minha infância. Mas, faz séculos que nunca mais vi, nem na Feira Ecológica que, aliás, tu conheces. Infelizmente, nunca comi. Parece deliciosa, principalmente os bulbos.

O que me faz pensar que talvez por circunstâncias climáticas e de solo, ela seja mais invasora no Sudeste que no Sul (mas posso estar bem enganado, claro). Até fiquei com vontade de plantar na minha sacada (se bem que aqui é difícil caber mais alguma coisa). Vou pesquisar amanhã na Feirinha do Bom Fim!
Abs!

Mariana disse...

Oi Neide,

Que lindo, deu água na boca, adoro lentilhas.
Uma perguntinha: você descascou ou cozinhou com casca mesmo? Parece que descascá-los não é muito prático, não é?
Faz mal se eu comer com casca e tudo?

Neide Rigo disse...

Isis, mantenha-o domado!

João, veja o link no início do post. Falo mais da planta. Eu nunca vi pra comprar em lugar algum.É uma ótima planta para sacada. Se encontrar por aí, me conte. Se não, é só andar olhando pelos matos nos quintais abandonados. Aposto que vai encontrar uns bulbilhos pra plantar.

Mariana, no link lá do início você verá como cozinhar. Sim, com pele.

Um abraço, N

Anônimo disse...

Neide, fiz um comentário sobre o caruru do reino, mas como sou mesmo atrapalhado saiu no post do peixe com molho de carambola. Dá uma olhada se vc puder.
Bjs, Claudio RJ.

lili disse...

Eu teria medo de plantar algo tão invasivo.

Gilda disse...

Neide,Tínhamos esta planta em casa quando criança, mas, parece que foi tão tratada como mato que está em extinção.Nunca mais vi.
Entretanto esta postagem deixou-me preocupada foi com meu pezinho de ora-pro-nobis que parecia que ia morrer, mas resolveu brotar com tudo.
Plantei-o na entrada da horta para fazer um arco, facilitar a
colheita das folhas e aproveitar
a estética de um belo arco florido quando as flores vierem.
Mas se ele também cresce tanto como o caruru do reino, eu corro o risco de fechar esta passagem. Não conheço ora pro-nobis. Apaixonei-me por ela por causa de alguns comentários da internet e achei esta mudinha no mercado municipal.
Sabe me dizer se dá para conduzir a planta com podas ou é melhor transplantá-la para um lugar onde cresça à vontade? Obrigada
Gilda Cristina

Juliano disse...

Neide, de tanto vir aqui fuçar no seu blog e ver a alegria com que você fala dos alimentos, resolvi me mexer e fazer algumas tentativas também.
Estou começando meu kefir, estreei hoje fazendo meu próprio pão e vou plantar umas mudas aqui em casa para ver no que dá.
Se precisar de alguma coisa aqui da Bahia é só falar, que eu levo e troco por esses seus carurus-do-reino que me deram água na boca.
Abraço.

Anônimo disse...

Olá Neide, é verdade quando compramos nosso lote tinha uma mudinha deste caruru mas,me disseram que ora-pro-nobis, cuidei dela e coloquei pra subir no abacateiro que tinha no lote, isso já faz alguns anos e ela alastrou tanto que até hoje tem mudas germinando em todo quintal .

Beijos, Meire Luce

Anônimo disse...

Conferindo as fotos da planta no post anterior , acho que já vi essa planta atravessando a av. Xico morato, enroscada nos fios do semáforo! Vinha da chácara do Jóquei, na altura daquela viradinha para o Ferreira. Agora está seca, alguém reparou nela antes ?

Neusa

Maria de Lourdes Ruiz disse...

Ai que meda! Me lembrei dos "Gremlins" Mas plantas invasoras é um caso sério. Tive que dar fim em uma cerca viva de Sansão-do campo por conta da reclamação de um vizinho que segundo ele o meu Sansão-do-campo estava infestando suas pastagens. Eliminei a cerca-viva com muita dor no coração.
Bjs

Neide Rigo disse...

Claudio, obrigada, respondi lá.

Lili, mantida sob controle, é um ótimo alimento e produtora de massa verde.

Gilda, a vantagem da ora-pro-nobis é que ela não deixa cair bulbilhos que brotam. Em compensação os seus galhos vão longe. Manter em local onde você a veja e possa sempre podar é uma boa opção. Se deixar em local aberto, tudo bem, mas ela pode formar barreiras intransponíveis por causa do espinho.

Meire Luce, ora-pro-nobis sem espinho é um dos nomes, o que pode confundir com a verdadeira ora-pro-nobis. Mas de fato é difícil acabar com ela.

Juliano, que bom saber disso. Quando quiser o caruru é só vir buscar.

Neusa, é bem capaz. Se passar por lá, vou prestar atenção.

Maria de Lourdes, não sabia que o sansão se comportava assim.

Um abraço, N



ninacozinhasimplesmente.blog disse...

Olá Neide, vejo que é bastante naturalista, e isso é muito bom, pena que eu não consiga viver assim.Olha essa planta a qual vc faz carru, não conheço ainda. Estou a te seguir, não me faço rogada se me visitares. Beijos querida...

Lúcio Tamino disse...

Olá. Encontrei seu blog quando procurava mais informações sobre o caruru-do-reino. É uma planta incrível, embora já tinha imaginado que sua reprodução possa sair do controle. Por outro lado, já que é tão boa para ser usada na alimentação, acho que é uma planta que todos deveriam conhecer, e que poderia ajudar muito as comunidades carentes.
Depois de ler sobre o caruru-do-reino no seu blog, comecei a ler os outros posts, e eu e minha mulher nos apaixonamos por tudo! Parabéns! Fizemos a receita da compota de limão-cravo, pois encontramos uns pés carregadíssimos aqui na Serra da Cantareira, onde moramos, e gostamos muito do resultado. Voltaremos sempre! Muito obrigado! Tenho um blog sobre a Serra da Cantareira, caso tenha um tempinho dê uma passadinha por lá! Abraços! Lúcio e Juliana

Neide Rigo disse...

Lúcio e Juliana, pode deixar, vou falar dele mais vezes. Também acho um alimento incrível.

Fiquei encantada com o blog sobre a vida de vocês em cantareira. Os trabalhos de pintura são lindos.

Um abraço, N

Anônimo disse...

LEIA SOZINHO porque no passado eu também não acreditava que ia dar certo, mas? funciona mesmo!!! Entrei neste site e fiz esta prece. Fiz para ver se ia dar certo e deu, assim que acabei meu amor ligou. A pessoa que eu copiei também não acreditava mas para ela também funcionou! AGORA VEREMOS? Diga para você mesmo o nome do único rapaz ou moça com quem você gostaria de estar (três vezes)? Pense em algo que queira realizar na próxima semana e repita para você mesmo (seis vezes). Se você tem um desejo, repita-o para você mesmo (Venha cá ANJO DE LUZ eu te INVOCO para que Desenterre AA de onde estiver ou com quem estiver e faça ele ME telefonar ainda hoje, Apaixonado e Arrependido, desenterre tudo que esta impedindo que AA venha para MIM l, afaste todas aquelas que tem contribuído para o nosso afastamento e que ele jnc não pense mais nas outras? mas somente em MIM. Que ele ME telefone e ME AME. Agradeço por este seu misterioso poder que sempre dá certo. Amém?). Publique esta simpatia por três vezesSó mesmo esta simpatia, quero compartilhar com você a minha alegria e mostrar que se para mim deu certo para você também dará basta copiar e colar por três vezes em inforum diferente esta simpatia abaixo e logo em 48hs você terá uma linda surpresa, beijos Ainda esta noite de madrugada o TEU amor dará conta de que TE ama, algo assim acontecerá entre 1 e 4 horas da manhã esteja preparada para o maior choque de sua vida! Se romper esta corrente terá má sorte no amor