sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Era uma vez um pé de folhas de curry. Ou caril de ovos e batata

Ingredientes para o caril: folhas de curry, coentro, ovos, especiarias...
Quis fazer um caril de ovo e me lembrei que não tenho mais aquele vaso com a muda de folhas de curry que ganhei da Nina Horta e que agora vive no sítio em Piracaia tentando se adaptar.  Outro clone da mesma planta havia sido plantado em Fartura e a árvore já estava tão grande que precisamos deixar para trás quando vendemos o sítio. Duas outras mudas estão plantadas numa praça aqui perto e já foram cortadas com a grama duas vezes. Agora parece que estão vingando, depois que as protegi com pedaços de pau. Mas ainda não dá para arrancar as folhas. 


Eu já sabia que aquela grande árvore plantada num estacionamento aqui na Lapa pela Shakuntala (já mostrei aqui) tinha sido cortada porque o muro tinha caído. Pelo menos foi isto que nos disseram quando a Janaína Fidaldo gravava aquele vídeo sobre minhas coletas aqui na Lapa. Na época mostrei as várias mudinhas que ainda teimavam em crescer entre frestas. O que eu não sabia é que ali logo seria levantado um prédio e foi por isto o sacrifício da árvore. Passei lá e vi. Fui olhar do outro lado do muro para saber se ainda restavam mudinhas e felizmente encontrei duas bem pequenas, difíceis de arrancar. Mas a planta é rústica, enraíza facilmente e agora estão em vasos já recuperadas. 

O pé de folhas de curry deu lugar ao projeto de prédio 
Do outro lado do muro... Oba, uma missão para o Exército de Drummond!

Já trocaram de folhas e aguardam a maioridade para saírem dos vasos

Um pé de folhas de curry na calçada, difícil de distinguir entre o verde 
Sorte que conheço a calçada de uma casa do meu bairro que tem a planta e sempre que preciso das folhas frescas, recorro a ela. Dois ou três galhinhos não fazem falta. 


As folhas de curry ou caril têm um perfume incrível e são usadas diretamente ou na forma de pó, junto com outras especiarias (pó de curry, como é conhecido por aqui), nos pratos indianos chamados caris ou outros como chivda, um petisco bem condimentado. Ter uma árvore dessas por perto é garantia de comida sempre bem perfumada e saborosa. Umas folhinhas bastam para temperar ensopados, mas o excesso não prejudica. Lembra um pouco uma mistura de pitanga com cítricos, mas é único e marcante. E ainda raro por aqui. 


Quem quiser ter em casa, o Edilson, do viveiro Ciprest tem e manda por correio: 
Ciprest - Mudas de Plantas - Limeira- SP
Fone             (19) 3451-5824       / 9144-7580 
www.ciprest.com.br/produtos.htm 
www.picasaweb.google.com.br/Edilson.Giacon



Caril de ovos e batatas


2 colheres (sopa) de óleo 
1 dente de alho ralado 
2 cravos
2 pedaços pequenos de canela em pau 
2 galhos de folhas de curry 
2 cebolas pequenas raladas 
3 tomates pequenos ralados
1 colher (chá) de gengibre ralado 
1 colher (chá) de grãos de cominho triturados
1 colher (chá) de grãos de coentro triturados 
2 colheres (chá) de cúrcuma (açafrão da terra) em pó 

Os grãos de 3 vagens de cardamomo socadas 
1 pitada de pimenta vermelha seca em pó 
Água e sal 
3 ovos cozidos e partidos ao meio
2 batatas cortadas em cubos e cozidas
Folhas de coentro 


Aqueça o óleo numa panela rasa e doure o alho junto com o cravo, a canela e as folhas de curry separadas do galho.  Adicione a cebola ralada e refogue até começar a dourar. Encontre os dentes de cravo e descarte-os. A canela é maior e pode ser deixada no prato sem o risco de não ser vista. Coloque o tomate ralado, refogue e junte os outros temperos. Cubra com água, tempere com sal e tampe a panela. Deixe cozinhar por cerca de 5 minutos ou até formar um molho grosso. Junte o os ovos e as batatas e misture com cuidado. Se precisar, junte mais água. Deixe ferver por 1 minuto. Prove o sal, corrija se necessário, cubra com folhas de coentro e nhac com arroz.  Rende: 3 porções 

Nota: se preferir, substitua parte da batata por mais ovos. 

10 comentários:

Anônimo disse...

Neide as folhas de caril dá um sabor delicioso no arroz com açafrão semente de mostarda, fica bom também frango.Os Indianos coloca caril em tudo.(Diulza)eu vou fazer esta receita sua.

Gilda disse...

Neide, ganhei uma mudinha de caril de um vizinho e plantei aqui em casa. Depois de uns dois anos, todo ano ela dá flores perfumadas e depois uns frutinhos negros, com o mesmo gosto da folha, que eu como sempre que colho antes dos passarinhos. E as sementes que caem na terra, germinam e aparecem para todo lado feito mato. Acho até que é uma planta meio infestante. Você já tentou fazer alguma coisa com os frutinhos?

lili disse...

Onde encontro para comprar ou roubar?

Paula disse...

Gosto muito de caril! O seu deixou-me cheia de vontade de o preparar :)

Dricka disse...

Amo currys! E quando carne nenhuma me apetece e a eles que recorro para manter minha barriguinha feliz.Nunca tinha pensado num de ovos e batatas, mas deve ser perfeito! Faço um de mandioquinha com tomates que fica divinoso tambem!
Bjs

Lulu Mari disse...

Adoro!!! muy bonito !!
gracias por tu visita
http://quantotempootempotem.blogspot.com.br

Neide Rigo disse...

Diulza, sim, eu uso em vários pratos. Obrigada pelas dicas.

Gilda, ainda não consegui ver os frutos, só as flores. Além de as sementes germinarem, a planta lança brotos que saem da raiz que se alastra em volta da planta.

Lili, pra comprar, no endereço que dei no post. Pra roubar, é só ficar de olho nas calçadas por aí.

Paula, mãos à obra.

Dricka, este de ovos com batata é clássico e fica muito bom, você vai ver. De mandioquinha também deve ficar.

Um abraço, N

Bia Freitag disse...

Neide, que legal seu post!! Eu já me deparei algumas vezes com este ingrediente (folhas de curry) em pratos indianos e nunca soube onde encontrar... Sempre foi uma frustração! Aí vejo que vc consegue as folhas de uma árvore perto de casa! Achei demais! Eu já plantei um pé de limão siciliano aqui em casa e, daqui há alguns anos, quem sabe irei colher frutos... Mas já me decidi: vou encomendar um pé de curry!! Abraços! Bia

Marcia H disse...

Neide,
uma coisa legal que eles fazem muito por aqui (Alemanha) é tirar as plantas, construir e repor onde é possível. Em Düsseldorf a prefeitura tirou árvores enormes, construiu uma garagem subterranea e depois replantou as árvores. Quem passa na praça hoje, nem sabe que ali nao havia uma garagem antes.

Neide Rigo disse...

Bia, faz muito bem. Um só pezinho vai render muda pra todos seus amigos.

Marcia, era assim que deveria ser, né? Mas tem gente que não gosta de árvores.

Um abraço,
N