sexta-feira, 22 de junho de 2012

Sopa de ervilha para Ananda

Ultimamente Ananda tem me mandado fotos pelo celular já tarde da noite mostrando o que está comendo. Ela sempre esteve ocupada em estudar e quase nunca estava perto de mim na hora de cozinhar, então está aprendendo agora que mora sozinha. E faz como qualquer moça e moço da sua idade quando quer cozinhar:  liga pra mãe ou, muito mais fácil, procura na internet. Pelo menos não é daquelas que abre um pacote de miojo ou coloca no microondas uns nuggets. Outro dia calhou de ela fazer uma canja que achou no blog da mãe e mandou a foto do prato. A aparência é de uma sopa densa, quase  um risoto, mas disse que ficou uma delícia e se fartou, toda orgulhosa da produção. 


Acontece que frequentemente não encontra no Come-se comida confortável do dia-a-dia e apela para o que lhe parece mais confiável na internet, sem guardar a fonte. Outro dia me mandou foto de uma simples sopa de mandioquinha: "mamis, sopa de mandioquinha, eu que fiz, tá uma delícia!/ Quem te ensinou?/ Peguei na internet - é só a mandioquinha cozida num refogado de alho e cebola e depois triturado, a receita manda usar o mixer, mas eu usei o garfo mesmo".  Comeu com gosto, que eu conheço a filha que tenho e, pelo que se vê na foto,  estava debruçada nos livros. Fico feliz de ver que pode se virar sozinha,  que prefere um bom prato de sopa quente a qualquer resposta mais fácil à fome depois de um dia cansativo no hospital, mas aquilo de não encontrar aqui uma simples sopa de mandioquinha ficou me martelando. Poxa vida, dona Neide, não custa nada dar aqui uma receita que lhe pareça óbvia. Um caldinho de feijão com macarrão, uma sopa de lentilha, um creme de abóbora, um creme de espinafre (pode ser de taioba?). Então tá.  Começo com a de ervilha, que ela sempre gostou, mas que nunca teve aqui receita fixa. Hoje anotei tudo para que ela ou seus amigos que moram sozinhos não errem. A mandioquinha é pra diluir um pouco a ervilha que pode ser indigesta. Ela tem a mesma cremosidade, deixa a coloração mais avivada e o sabor fica muito bom. 


Sopa de ervilha com mandioquinha 


Lave bem e deixe de molho por umas duas horas 1 xícara de ervilha partida (isto é só pra cozinhar depois mais rapidamente).  Se tem certeza que a ervilha está bem fresca (quando velha ela fica mais dura e amarelada), nem precisa. Escorra. Na panela de pressão refogue 2 dentes de alho socados em 1 colher (sopa) de azeite até começar a dourar. Junte 1 cebola pequena finamente picada e 1 tira de bacon picada. Refogue tudo até a cebola amolecer. Junte 2 mandioquinhas pequenas picadas e a ervilha escorrida. Mexa bem, tempere com 1 colher (chá) de sal e junte 1 litro de água fervente. Tampe a panela de pressão e deixe cozinhar em fogo baixo por 20 minutos. Desligue o fogo, espere acabar a pressão, mexa para uniformizar e prove o sal. Se a ervilha ainda não derreteu, junte mais água quente e deixe cozinhar um pouco mais sem pressão. Aliás, se não tiver panela de pressão, cozinhe em panela comum por um tempo maior, juntando mais água quente para ajustar a consistência. Na hora de servir, junte alguma erva fresca como cebolinha ou salsinha picada, e coloque por cima uns pedacinhos de torradas feitas na frigideira com sobras de pão (basta cortar em cubinhos e jogar numa frigideira com azeite, sal e orégano - vá mexendo até dourar). Se quiser, regue ainda com um pouco de azeite ou  espalhe por cima pimenta-do-reino moída na hora e nhac!  Rende 4 porções 


As sopas que ela fez:




12 comentários:

Anônimo disse...

Neide meus filhos diz que sou a rainha da sopa se quiser mando as receitinhas,bjs.(Diu)

Janice Adja disse...

A sopa de ervilha que faço, depois de refogada e cozida bato no liquidificador. Fica uma delícia.
Beijos!

Gilda disse...

Tem coisa mais gostosa do que filho dividindo receita com a gente e demonstrando que gosta do modo da gente cozinhar? Entendo direitinho o seu sentimento; minha filha criou um blog para mim, para eu postar minhas receitas para ela.

maria lucia disse...

Quanta sopa gostosa! Vou experimentar a de ervilha. Mas a canja está fantástica também.

Catia disse...

Boa tarde, Neide!

A canja que ela fez tá do jeito que eu gosto! E gostei da ideia da mandioquinha, vou experimentar.

Com carinho

Cátia Milhomens

Anônimo disse...

Neide
Fico feliz de que tenhas postado receitas de sopas. Tenho feito algumas que retirei do livro "Saúde com sabor - receitas para uma vida saudável" de Eunice Leme Vidal, da Casa Publicadora Brasileira/SP. A que amei é a sopa de milho verde com abóbora e aveia. Neste frio do sul com um vinho, é tudo de bom.
Nedi Ropke

Anônimo disse...

Sopa de milho verde com aveia
4 espigas de milho verde tenro, 2 colh. sopa de farinha de trigo, colh. sopa de óleo, 1 cebola grande picada, 1/2 xíc. de aveia, 1 1/2 xíc. de abóbora cabotiá (ou cenoura), cheiro-verde, sal e alho a gosto, água (cerca de 1 1/2l).
Cozinhe a cabotiá com parte da água.
Corte o milho da espiga, raspando bem para tirar todo o conteúdo do sabugo e bata no liquidificador com o restante da água.
Doure a farinha com o óleo. Acrescente a cebola ralada. Junte tudo na panela em que cozinhou a abóbora. Ferva um pouco, até cozinhar o milho, coloque sal. Coloque a aveia aos poucos e os demais temperos. Cozinhe mais um pouco e sirva. O sabor é indescritível!
Bjs
Nedi

mari disse...

Hum, eu entendo a Ananda!! Sempre amasso com garfo ou Martelinho! Nao tenho preguiça de cozinhar, mas tenho muita preguiça de lavar depois! E pelo cansaço tb! Chego em casa tarde e ainda tenho um montão de coisa para fazer! Nao sou muito de sopas, faço aqui caldo verde e sopa de ervilha. Mas vi outro dia receitas de papillote, é fácil, nao suja quase nada, voce pode colocar leguminhos juntos! Fica minha sugestão para Anada!

Leticia Cinto disse...

Mesmo não gostando de canja (ou frango em geral), achei que a canja da Ananda ficou lindona! Gostei tb da ideia de misturar ervilha com mandioquinha. Outro dia, misturei o miolo da abobrinha que sobrou do refogado com a mandioquinha e deu uma sopa ótima, sem desperdício :) Bjs

Roselei Strassburger disse...

Neide,aproveitando a corujice de mãe e o empenho da sua Ananda, fizemos uma aula de culinária infantil para comemorar o aniversário da Amanda. Mando uma foto depois. Teve direito a cardápio infantil com nhoque de espinafre, cenoura e beterraba com molho de tomate, bolachinha de queijo, pizza e cupcake. Tudo feito por elas. As meninas tb ganharam avental e toca de chef. Foi legal pq curtiram, comeram e brincaram. Valeu a oportunidade de fazer alguma coisa com as amigas e a minha amada Amandinha. Beijos

Neide Rigo disse...

Diu, que bom saber. O difícil é eu seguir uma receita, mas mande sim. Obrigada!

Janice, esta cozinhou até desmanchar, nem precisou de liquidificador.

Gilda, sua filha foi mais longe...

Maria Lucia, depois me conte.

Cátia, eu também gosto de sopa pedaçuda e densa. Aliás, sopa de qualquer jeito, desde que bem temperada.

Neide, deve ser boa mesmo. Obrigada pela receita.

Mari, se a ervilha for bem fresca, e a mandioquinha estiver bem cozida, não precisa bater no liquidificador, no mixer, nem amassar. Elas derretem.

Letícia, a combinação mandioquinha mais abobrinha deve ficar bem boa.

Roselei, que ideia boa pra comemorar. Depois quero ver fotos.

Um abraço, N

Anônimo disse...

Essa canja deve ter ficado uma delícia.Parabéns, Ananda! Abç, Neide.
Izabel