quinta-feira, 21 de junho de 2012

Peixes criados

Contei aqui que outro dia fui visitar uma leitora do come-se, Eliane, que vive com o João numa chácara em Extrema - MG,  e saí de lá com vários presentes: mudas diversas, mandioca já descascada, framboesa e tilápias congeladas. Tudo produzido na pequena propriedade. No outro dia descongelei as tilápias e elas tinham carne muito firme, com aroma suave. Temperei apenas com sal e pimenta, passei na farinha de trigo, fritei em bastante óleo e nhac. Ficaram deliciosas, especialmente porque servi com a mandioca que ganhei além de legumes orgânicos e folhas de mostarda da feira do Parque da Água Branca. 


Depois disso passei a ter muito mais vontade de criar meu próprio peixe no laguinho que temos lá na chácara de Piracaia.  Mas que peixe?  Apesar de gostar da carne de tilápia, queria um peixe nosso e que pudesse ser criado sem ração. Estou pensando em jundiá, que tem carne deliciosa e me parece rústico. Mas resolvi perguntar aqui aos leitores especialistas. Alguém tem alguma outra sugestão? O tanque, com água corrente, tem cerca de 25 por 15 metros, e cerca de 1,5 metro de profundidade, com alguma vegetação em volta. Fica, então, aqui o pedido para uma consultoria gratuita. Em troca, prometo depois dar  uma boa receita com os peixes. 


8 comentários:

Janice Adja disse...

Você teria coragem de criar peixe e depois come-los?

Anônimo disse...

Neide, não sou criadora apens palpiteira, não seria o caso de criar traíra, que também é um peixe da nossa região? o sabor da carne, lhe garanto, é o melhor dos peixes de água doce. De qualquer forma, boa sorte! Abç
Izabel

Juvelino disse...

Olá Neide, tenho um sítio com um açude semelhante. Crio o jundiá e a carpa capim, esta vegetariana 'limpa'o ambiente. São rústicos, apenas forneço as sobras de pão.

Neide Rigo disse...

Janice, sim!

Izabel, traíra me parece muito agressiva, não?

Juvelino, obrigada pela dica. Sabe onde posso comprar alevinos?

Um abraço, N

Anônimo disse...

Neide, por isso mesmo é um dos melhores peixes para pesca. É brigador. Só que vai dominar o ambiente, é claro. Abç
Izabel

Juvelino disse...

Oi Neide, moro em Caxias do Sul,RS, aqui solicitamos os alevinos junto a Secretaria da Agricultura, a qual coordena um programa anual.

Edu disse...

Olá Neide, eu entendo um pouco mais de pescaria que de criação, mas existem criadores de alevinos até de pirarucus, surubins, pintados, tambaquis que fornecem para pesqueiros e mercados... como não parece ser o caso, jundiá, piauçu ou mesmo pacus poderiam ser opção, dentro dos 'nossos' mas seria preciso um técnico para avaliar. Ah, e também lambaris! Traíras criadas em tanques podem ter parasitas, ouvi dizer, e como são predadores eles comem tudo que é menor que eles. Num tanque pequeno não daria certo. Abração!

Neide Rigo disse...

Izabel, obrigada. Acho que não é o caso, não quero peixe briguento não.

Juvelino e Edu, muito obrigada pelas informações, muito úteis.

Um abraço, N