sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Pimentas do restaurante Tordesilhas na Revista Saveur

Clique e Amplie ou leia no site da Saveur
No ano passado o editor da Revista Saveur, James Oseland,  circulou por São Paulo rapidamente depois de uma viagem que fizemos juntos para a Ilha do Marajó, com parada em Belém. Antes de voltar para os Estados Unidos, queria um último jantar comigo em São Paulo. Perguntei se preferia jantar fora (Mocotó, Brasil a Gosto, Dom, Dalva e Dito, Tordesilhas...) ou gostaria de vir pra minha casa. O moço tem hábitos simples, não é muito dado a jantares tarde da noite e não gosta de beber. Por isto, quis jantar em casa, mais cedo e não precisei me preocupar em impressionar. Comeu arroz e feijão que ele adora, além de  pimenta, farinha, camarão com chuchu, salada e pronto. Antes, quis ver fotos de nossas viagens pelo Brasil. Passamos horas gostosas, Marcos, eu e Ananda -  que depois o levou para o hotel.   No outro dia ele já viajaria de volta, mas ainda insisti para que fôssemos almoçar no Tordesilhas. Sabia que ele iria gostar.  De fato, ficou encantado com a comida, com o ambiente e com a hospitalidade da chef que foi pega de surpresa -  ele adorou salada de almeirão e a moqueca e fotografou de tudo, especialmente as pimentas, cujo colorido o deixou fascinado (se quiser ver vídeos com o James para conhecê-lo, aqui há alguns)


Editorial escrito pelo James. Clique e Amplie


No final do ano, ele me pediu para fazer um texto sobre o Tordesilhas, a chef Mara Salles e suas pimentas. Claro, me senti honrada de poder escrever para uma revista americana do porte da Saveur, ainda mais para falar de um entre os 100 mais da revista (todo janeiro a edição é dedicada aos 100 itens que chamaram a atenção da equipe ao longo do ano, entre dicas, receitas, restaurantes, utensílios, chefs e cozinheiros comuns - eu também já apareci nesta categoria).  As fotos das pimentas da Mara sairam na capa, na página de índice e no texto. As pimentas aparecem também na parte de receitas e são citadas no editorial, que traz ainda uma foto da Mara e de mim comendo moqueca - foto clicada pelo James no dia do almoço.


Clique e Amplie
Mas o legal é que o Brasil está ali representado não só pelo meu texto, o trabalho da Mara e nossas pimentas, mas a edição dedicou espaço também ao nosso doce brigadeiro, às castanhas amazônicas (castanha-do-pará) e página dupla, com foto e texto do próprio James,  falando do Açaí de Belém. No editorial (clique para ampliar a foto acima), ele reclama que eu o acordei às 4h30 para ir conhecer a feira do açaí em Belém. Nem me lembrava disso, mas se o fiz porque era sua única oportunidade. Logo mais, às 6 da manhã, já pegaríamos o barco para o Marajó. De qualquer forma, ele gostou e o esforço resultou em fotos lindas e texto apaixonado. 


O texto do James. Clique e Amplie






Para o texto das pimentas, marquei entrevista com a Mara, embora sejamos amigas e eu saiba um bocado sobre o trabalho do José Lima, seu mestre-pimenteiro que tem tanta importância no restaurante quanto um sommelier. 


Zé Lima, o mestre pimenteiro do restaurante Tordesilhas
É ele quem prepara as pimentas e orienta a harmonização com os pratos brasileiros e, embora a chef esteja sempre pesquisando, inventando novas combinações, o Zé Lima goza do maior prestígio por sua habilidade e paciência em lidar com as ardilosas. Uma das receitas de conserva que faz sucesso no restaurante está lá no site da Saveur


Anotações que fiz durante a entrevista




Mara Salles e eu comprando pimentas no Mercado de Belo Horizonte - nem
pensamos nas pimentas que sairiam na Saveur. Foto: Lorena Marcellini

Se quiser assinar a revista Saveur, e eu recomendo pois são caríssimas no Brasil e isto quando a gente encontra, basta clicar aqui (e que fique claro que não estou recebendo nada pela propaganda!) 

6 comentários:

Dricka disse...

Delicia ver talentos brasileiros reconhecidos lá fora. E o Brasil marcando presença, e sendo muitissimo bem representado. Orgulho de vocês
Bjs

Luciene disse...

Eu e meu marido (q é português) adoramos o Tordesilhas. Além de bem apresentados, os pratos de lá nos dá a sensação de familiaridade nos sabores q "abraça calorosamente". A engraçado e q ontem aqui em casa falávamos desse restaurante e q esse ano qd formos de férias ao Brasil, visitar minha mãe e amigos, iremos ao Tordesilhas almoçar.

Jussara disse...

Que legal um texto seu na revista. Parabéns pelo reconhecimento!
A foto Wonderful World não está ampliando, e as que ampliam não dá pra ler, só forçando muito. :(
As fotos das pimentas estão mesmo lindas.
Muito bom o trabalho de todos.

Andréa Potsch disse...

Muito legal Neide!! Eu adoro a revista, já tive assinatura e fico muito feliz em saber que o Brasil foi super bem representado!!
bjs

marta.hoffmann disse...

Oi Neide,
qual é a data da reportagem na revista Saveur?lembro qdo.vc.comentou meses passados a respeito deste art.que sairia na revista.Andei olhando alguns numeros da revista aqui e depois parei.Agora vc.comenta de novo e gostaria de dar olhada na reportagem.Adoro qdo.saiu alguma coisa relacionada ao Brasil nas revistas aqui e gostaria de comprar a revista e depois passar adiante para minhas amigas brasileiras aqui.Abraços,Marta

Neide Rigo disse...

Jussara,
que pena que não conseguiu ampliar (ou melhor, que pena que não consegui fazer diferente). Desculpas!

Marta,
esta é a Saveur de janeiro. A matéria sobre o Marajó só sai um junho ou julho. Obrigada.

Um abraço, N