quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Frutos marajoaras

Marajoara não é dado a muitas hortaliças além jambu, cariru, maxixe, abóboras, mas as frutas, não dispensa. Assim como vi em Acrelândia, você não as encontra no mercado, onde pode comprar maçãs, peras, uvas, ameixas e outras frutas de clima temperado. Mas fora daqui, à luz mormacenta do sol cúmplice de igarapés e igapós, o fecundar das flores pelas abelhas do mangue e outros bichos corre solto, revesando-se entre os meses para que nunca falte sucos, sorvetes, cremes e doces na mesa do marajoara. Fora aquela parcela de fruta in natura comida direto do pé, quando nem nos damos ao trabalho de chupar até o osso. Quando é época de caju, agora, ninguém vence catar tanto caju debaixo dos cajueiros, deixando parte para os búfalos, cotias,  macacos e pra terra.  Em época de manga, manga-rosa, manga-espada, manga-caju,  é até ofensa oferecer à visita um copo de suco da fruta. Manga pros porcos, que ninguém aguenta mais esta mangueirada toda, que tem em toda rua. E jaca, então? Num só pé na casa da dona Izabel contei mais de cem em ponto de colher. Ainda tem goiabas, carambolas, limão de caiena, limão siciliano, banana, abricó-do-pará. Sem falar daquelas que já anunciam a fartura para os próximos meses, como o sapoti, o muruci o cupuaçu e o cacau, por exemplo. O pequi ainda está duro, mas os caroços já estão tingidos. E jambo? Quanto jambo no norte! Pena que a safra é rápida. Saí de Acrelândia com a maioria dos jambeiros em flor e cheguei ao Marajó quando dos pés de jambos só podia esperar pela sombra em forma de guarda-sol. Não fossem os doces da dona Jerônima, não sentiria nem o  rastro do perfume de rosas.  

Abricó-do-pará


Abricó-do-pará descascado 
Bacuri. Da última vez que fui, no primeiro semestre, havia ainda flor e frutos
Agora, centenas de bacuris verdes e ainda algumas flores

Pequi 
Flor de pequi 

Caju laranja

Cajuzinho vermelho - ácido, doce, o mais gostoso


Flor de cupuaçu
Cupuaçu jovem

Limões

Manga-rosa


Sapoti
Limões-de-caiena (bilimbi) e carambolas
Limões-de-caiena ou bilimbi, parentes da carambola
Mangabas

Jacas

Goiaba de polpa laranja

15 comentários:

Inês Corrêa disse...

neide, amei o abricó do para, sabe porque? fotográfico ele. beijo. saudades

Neide Rigo disse...

Inês, você faria miséria com estas frutas, eu sei. Havia esquecido de nomear o bacuri que vem na sequência. Espero que você não tenha se confundido. Beijos, N

david era uma vez... disse...

Ola Fessôra!
Morri afogado! tanta água na boca!

Ja falei pra vc que sou fissurado por frutas tipicas e valhamedeusnossasenhora! quanta fruta! QUAAAANTA FRUTA!
Se bem que algumas nem tão tipicas da região... mas ta super valendo!

Beijos Mestra viajadora!

vpaulics disse...

nem li o texto. mas as fotos! dão uma vontade danada de ir pro marajó e comer. tudo em boa companhia. bj.

Neide Rigo disse...

David,
o bom é que tantas frutas exóticas e gostosas também se deram bem por aqui, aumentando nossas opções de escolha, não é?

Veronika, Come-se é igual Caras, mais pra ver figurinha que pra ler! Fico feliz que tenha gostado.

Um abraço, N

Joice Santini disse...

Você não vem pras bandas de Rondônia não, Neide? Aqui tem muitas coisas boas também. Bj
Joice Santini

Priscila Silva disse...

que delícia! Vontade de provar as que não conheço ainda... Vontade de viajar!

Adri disse...

Puxa quanta coisa legal tem o seu Blog!!! Sou de São Paulo/Capital e eu nunca fui à Marajó e estou encantada com essas frutas...mas colocarei esta rota em minhas viagens! hehehe....Limão de caiena por ex eu nunca tinha ouvido falar! Adorei essa cultura maravilhosa que vc nos proporciona! "Adoça" a alma!! Parabéns por compartilhar essa maravilhosa cultura daí! Um beijão, muitas bençãos!

Felipe Carvalho disse...

Olá Neide!

Quanto fruta bonita!
Fiquei com muita vontade de ver essa goiaba de polpa laranja aberta... será que você têm mais alguma foto mostrando as "intimidades" dela?

E em uma das fotos têm um urucum aberto que vc esqueceu de citar na legenda! (só completando! rsrs)

Abraço!

Anônimo disse...

Oi Neide!
também adoro frutas!
esse limão amarelo parece com que se chama limão-boi aqui na Bahia. Um limão bem suave, perfumadíssimo, lembra o siciliano, mas tem algo de laranja (sem deixar de ser limão). Será que é o mesmo? E o bilimbi é o biri-biri baiano?
Abraço!
ps: seu blog é incrível! Adoro.

Gilda disse...

Tem dó né Neide! Come-se é igual a Caras? Ainda não dei conta de ler todos os textos inspirados, todos os "causos" e toda a matéria de pesquisa que você postou, e olha que passo às vezes 2, 3 horas, só lendo seu blog. Fora que as figurinhas a gente come com os olhos. Estão lindas neste post. Um abraço.

Anônimo disse...

Parabéns Neide!
Vi seu blog na reportagem dos 55 melhores do mundo na SAVEUR. Está muito bem acompanhada!

Cris Stein

Neide Rigo disse...

Joice, bem que eu gostaria. Assim que tiver oportunidade, ah, se vou!

Priscila e Adriana, posso garantir que o Marajó é um daqueles lugares imperdíveis do Brasil - como as chapadas Diamantina, dos Veadeiros, Bonito...

Felipe, é mesmo, esqueci. Quanto à goiaba, ainda são poucas e as que eu abri estavam bichadas. As que não estavam, só me lembrei de comê-las.

Anônimo do limão. Não me lembro o nome deste, mas acho que estamos falando do mesmo, já que este também tem aroma e sabor um pouco diferente do siciliano.

Gilda, lisonjeada estou! Obrigada!

Cris, obrigada por avisar. Não sabia. Vou procurar saber. De qualquer forma, já estou comemorando, afinal eu sei que não consultaram todos os blogs pra saber e por isto me sinto uma sortuda!

Um abraço, N

Carmen disse...

Qué frutos tan hermosos, tan únicos y tan exóticos. Pero ese
Abricó-do-pará yo lo conozco como Zapote Domingo, es delicioso, con un perfume muy rico y tan escaso para conseguirlo, sólo localmente y dura muy poco su temporada.

Un saludos

Marcia H disse...

Neide,
é realmente para morrer afogada de água na boca aqui no monitor. Bilimbi é o mesmo que biri-biri? eu adoro, apesar dos dentes ficarem sensíveis, mas num molho de pimenta eles ficam bom demais. o ruim é que agora deu vontade de comer sapoti, pinha, abiu e na loja tailandesa nao tem nada devido à enchente na Tailandia buahhh, vou chorar.
fico feliz por vc voltar a ter um pedacinho de terra chamado seu!