segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Dente de leite na cozinha 2



Sábado foi dia de encontro de firma em nossa casa. Marcos convidou as secretárias e fonoaudiólogas que trabalham com ele no consultório para almoçarem aqui e foi uma farra gostosa. João Vitor é filho da fono lourinha e delicada Leonilda e do otorrino japa e tímido Wellington. O menininho não é nada louro nem tímido - um perfeito japinha brasuca falante. E veio logo me perguntar baixinho se viriam outras crianças. Respondi que não, mas se quisesse eu poderia providenciar algumas rapidamente - era só convidar os filhos dos amigos vizinhos. Ele disse que tudo bem, não precisava, e logo tratou de inventar passatempos, brincando com a Dendê ou espiando as ervas do jardim sem se entediar. E depois de um tempo espantou-se, talvez com sua própria capacidade de aguentar aquele monte de adultos tagarelando, ao ver no relógio que já estavam ali havia cinco horas. Mas a alegria do garoto foi grande mesmo quando, já no final, fui fazer café e perguntei se queria moer os grãos para mim (estou virando uma exploradora de trabalho infantil). Aceitou saltitando e achei que era só fogo de palha pois na primeira rodada de manivela ele disse que tinha cansado, foi um trabalho duro, chegou a suar a camisa. Mas não quis desistir. A segunda rodada ficou um pouco mais fácil e depois da terceira já tinha pegado o jeito. Não queria parar mais, de modo que ainda sobrou pó para o próximo café. Perguntei se queria experimentar a bebida pronta e ele disse que preferia chá. Então pedi para que escolhesse a erva preferida no jardim. Depois de cheirar algumas, acabou colhendo melissa e hortelã que combinou com umas rosinhas secas. Fizemos a infusão numa xícara transparente e ele bebeu com gosto. E ainda levou erva de presente pra fazer mais em casa.

13 comentários:

Anônimo disse...

Oh! Tirânica exploradora de indefesas criancinhas!
Bem se vê pelo fácies de martírio apresentado pelos pobres infantes sacrificados!
Ah! Ah!
Continue!
Beijinhos
Manuela Soares

Angela disse...

Neide, a menina daqui, a Jaqueline, tem apenas 4 anos. Ela é quem lava a louça da família dela, tem que ver que beleza! Adora, aquelas mãozinhas pequenas lava os pratos e copos muito bem lavados. Encarapitada em uma cadeirinha baixa,alcança a pia e pronto.
Meus filhos, nessa idade, nada faziam.. quer dizer, enrolavam brigadeiro, se bem que comiam mais do que enrolavam, e guardavam os talheres , cada um em seu lugar:-))

Gabi disse...

Dá muito gosto receber crianças assim :)

Tenho certeza que foi uma tarde de muitas descobertas para ele. E contar para os amigos que moeu café? Não tem preço!

Fer Guimaraes Rosa disse...

Hahaha! que fofinho, Neide! E assim que vi a foto, lembrei imediatamente do Gabriel nessa idade--também de óclinhos, cabelinho assim de franjinha e com muita disposicao e simpatia, sempre se integrando com quem quer que fosse, criança ou adulto. Amorecos de meninos. Adorei o João Vitor! :-) beijao,

Marcos Lee disse...

Mto gostoso ver as crianças brincando na cozinha...essa proximidade só faz bem a elas! Bjos

Gabriel Leicand disse...

Que delícia!

Dricka disse...

Crianças sortudas essas!

Mariângela disse...

que lindinho!!

Cacau Gonçalves disse...

Crianças são seres muito especiais. Não sei o que acontece com a gente depois...rs
Sou jornalista, mas, atualmente, trabalho em uma escola de Ensino Infantil. É uma delícia apertar os bebês da creche e conversar com os "grandes", de 4 e 5 anos.

Estou encantada com o seu blog, já passeei um bocado por aqui.

beijo!

Anônimo disse...

neide,
vc é um amor de pessoa isso sim! que doçura que vc é com as crianças, sua filha quem o diga. Parabéns, em compartilhar com a gente tanta coisa que aquece o nosso coraçãozinho vindo pra cá.
parabéns, um super e carinhoso abraço
madoka

os talheres [weno] disse...

as minhas memórias mais queridas de cozinha são ajudando a minha avó no preparo de infinitas rabanadas portuguesas. :)

e isso explica muita coisa sobre a paixão por cozinhar.

bom ano! 2011 cheio de novas receitas :)

abs
weno

Neide Rigo disse...

Weno e demais leitores,
obrigada pelos comentários. Desculpe por não poder responder um a um. Um abraço, N

Jordana disse...

Esses dentes de leite fazem nossa alegria.Criança é uma gostosura e devemos aproveitá-las,pois rapidinho o tempo passa e quando nos damos conta eles já estão maiores que a gente.Pensei em deixar um comentário aqui para incentivar as mamães,principalmente as que estão à espera para ver o rostinho de seus bebês,no cuidado com a saúde bucal.Aprendi que a boa saúde dos dentes de nossos pequenos depende em grande parte dos nossos cuidados,inclusive durante a gestação.

Quero compartilhar um link que pode ajudar as mamães a encontrar orientações sobre o cuidado com os dentinhos de seus pequenos.

http://bit.ly/94I0Zj