quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Festival de comida coreana no Grand Caffè do Hyatt

Começou ontem o Festival de Comida Coreana no Grand Caffè, do Hotel Hyatt. Fui ao almoço inaugural a convite do Consulado da Coreia e recomendo enormemente a quem, como eu, gosta de comida apimentada com muitos vegetais, algo adociada e diversificada em texturas e sabores.
É uma oportunidade rara de se degustar vários pratos representativos desta cozinha bem temperada e cheia de boas intenções, afinal grande parte dos pratos coreanos tem alguma função medicinal além de servir ao paladar. Os vários tipos de Kimchi (de pepino, de acelga, de nabo), por exemplo, são preparos quase mais terapêuticos que culinários e ainda assim são fabulosos - pelo menos para quem gosta de muita, mas muita pimenta. E eu gosto.
Se possível, prove de tudo. Mas se tiver que escolher, não deixe de experimentar o cozido de costela com jujubas secas (as frutas, não as balas) que tem o nome de Galbi jjim e a panqueca com frutos do mar e cebolinha - pajeon. E, claro, tem todos os clássicos como o churrasco - bulgogi e o bilimbab - aquela espécie de risoto em que o arroz cozido é misturado na hora com vegetais previamente preparados e temperado com molho bem apimentado. Dentre os mais de trinta pratos, repetiria todos.
Tem ainda as bebidas, como o ponche de caqui delicioso combinando o doce, salgado, amargo, ácido e adstringente, tudo harmoniosamente. E as sobremesas quase sem açúcar - que afinal já apareceu em vários pratos salgados. Por fim, cumprimente os chefs Cheong Il Kim e Min Jun Park, que vieram do Hyatt Regency Incheon, de Seul, especialmente para o festival.
De 29 de setembro a 1 de outubro - almoço das 12 às 15 horas - R$ 75,00 por pessoa (sem bebidas)
De 29 de setembro a 2 de outubro - jantar das 19h30 às 23 horas - R$ 95,00 por pessoa (com bebidas não alcóolicas e cerveja)
O Grand Caffé fica no Hotel Hyatt - Avenida das Nações Unidas, 13.301 - São Paulo - Tel.: 11-2838-3203
Tirando as frutas, de tudo provei. Clique e amplie:
Veja também sobre o banquete coreano a que fui no ano passado.

9 comentários:

fabiana disse...

arrasou seu blog! á de dar água na boca! parabens!!!!Neide,eu
soube recentemente sobre o kefir e gostaria de saber se vc tem ainda para doar...obgda e um abraço!

Isaac Kojima disse...

Em por falar em doação, fiz kimchi esses dias. Quer um pouco?

Beatriz disse...

Neide, que covardia ficar me tentando
a quase 4 mil quilômetros de distância! Só me resta ficar com a boca cheia d'água assistindo os slides rsrsrsrsrsr.
Mas nem tudo está perdido, estou com pato todinho temperado para fazer com tucupi e jambú. Servida?

Bj no coração.

Marisa Ono disse...

Eu fiquei com vontade de ir. Afinal, só conheço uns poucos pratos coreanos, passei só um dia em Seoul. A pimenta coreana e a pasta de pimenta de lá são uma coisa deliciosa.
Beijos

Joice Santini disse...

Neide,
você descreve de um jeito que dá vontade de comer também.
Mas aqui onde moro, na beirada do Brasil, é praticamente impossível provar essas iguarias.
Poxa, você podia ensinar o risoto mencionado no texto.
Abraços fraternos.

Gina disse...

Niede,
Agrada-me a mistura de sabores que você descreveu.
Mudando de assunto, vim aqui pesquisar sobre a banana-do-mato, a monstera deliciosa, mas não encontrei. Em compensação, cheguei até o seu relato de união com o Marcos há 25 anos. Meu Deus, como perdi aquele post à época? Provavelmente, estava viajando! Comecei a ler e fui me deliciando com cada vírgula...
Você é realmente muito especial e tenho-a em alta estima desde que a conheci virtualmente há 2 anos.
Parabéns pela família "maluquinha" que constituiu!
Bom final de semana.

clau disse...

Infelizmente a minha experiencia com a culinaria coreana sempre se restringiu aos voos que fiz com a Korean Air...rss
Qdo sempre me passou a impressao de que era uma cozinha para se levar em consideraçao, por ser bem saborosa.
Bjs!

Neide Rigo disse...

Fabiana, obrigada. Quanto ao Kefir, escreva no meu email - neide.rigo@gmail.com.

Isaac! Que luxo, kimchi feito em casa. Nem os coreanos querem mais saber de fazer kimchi em casa. Compram pronto. Então, claro que quero!

Beatriz, isto sim é tentação - pato no tucupi. Estou servida, sim. Cadê?

Marisa! Um dia em Seoul já é alguma coisa. Não pode reclamar. Eu gosto muito da pimenta coreana. Aliás, gosto de pimenta mexicana, coreana, brasileira, espanhola...

Joice, certamente tem outras delícias por aí também de fazer inveja. Vou tentar fazer o risoto.

Gina, ainda não escrevi sobre a deliciosa. É que não achei ainda um jeito bom de comer. Todas as que experimentei pinicou minha boca. Quanto ao relato da família, quis dividir este momento com mais gente. Que bom que gostou.

Clau, deve sim ser levada em bastante consideração. Principalmente porque além de muito saborosa, é muito nutritiva.

Um abraço, N

Coisas de Mirela...... disse...

Parabéns mais uma vez......é tudo lindo é de dar água na boca....as fotos....tudo!!