quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Chuchus são muitos


Por aqui a gente vê no mercado do claro e do escuro e às vezes do pequeno, pra conserva. Mas andando por aí o que se encontra é uma variedade enorme de tipos, cores, formas,principalmente nas cidades do interior de São Paulo, principal produtor. Alongado, arredondado, pequeno, enorme, verde-claro, verde-escuro, amarelo, branco, liso, espinhento, com lóbulos, sem lóbulos - tem de tudo. Estes, que levei para minha aula no Paladar, "Tinha uma Horta Aqui", consegui na feira de orgânicos da Água Branca e no bairro da Liberdade
Não parece, mas todo o Brasil come chuchu, a hortaliça que está entre as dez mais consumidas no país. No entanto, é o legume que menos recebe investimentos em pesquisa, quer seja em melhoramento genético (e isto nem sempre é ruim), mas também no que se refere a manejo de cultivo - talvez por ser tradicionalmente uma cultura própria da agricultura familiar, a que não se dá muita importância.
Bem, eu gosto de chuchu até cozido sem sal porque encontro nele um sabor particularmente agradável e distinto e por isto tenho minha trepadeira na frente de casa (a do fundo foi sacrificada). Se você tem pelo menos um muro, não custa tentar ter seu próprio chuchuzeiro para chuchus, flores, brotinhos, cambuquiras e gavinhas (o Chef José Baratino, do Emiliano, serviu gavinhas refogadas no evento do Paladar - quando bem tenras, são deliciosas).

Veja receitas com chuchus aqui

6 comentários:

Katia disse...

Como é linda esta diversidade que temos aqui no Brasil. Nossa alimentação deveria ser a mais rica do mundo! Parabéns pelo seu blog!
Um abraço
Katia

Anônimo disse...

Minha tia de 95 anos come chuchu TODOS os dias. A mãe dela viveu até os 105 e tomava um golinho antes de coemr o feijão no almoço. As outras tias comem chuchu com abóbora, chuchu com quiabo, chuchu com carne moida até que chega o sábado dia de suflê de chuchu. Isto não é regra mas que gostam de chuchu, gostam e muito.

Prefiro o chuchu cozido, tenro, com bastante salsinha.

Nina disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Nina disse...

Minha filha gosta é de fazer bonequinhos com chuchu.

Se bem que, ultimamente, ela anda dando preferência às berinjelas. Está há uma semana arrastando duas, pra lá e pra cá.
Fez carinha, lavou com água e sabão, colocou roupinha... Hoje, quando saí de casa, ela estava com um bastão de cola e uns pedaços de lã, colando cabelinhos nas berinjelas.

Bjo

Ana disse...

Neide:
Adoro salada de chuchu com ovos cozidos, cebola e cebolinha verde, mas em casa todos dizem que ele é o quarto estado da água.
Eu mereço, minha turma não é nada fácil !!!

Fausta Lourenço disse...

Neide meu nome é Fausta, moro em Fortaleza/Ceará. Estava pesquisando sobre gengibre e fui pro alecrim e cheguei aqui no seu blog. Amei! Gostei muito da forma simples e delicada com que vc ensina a plantar as ervinhas. E da estufinha de vidro. Vou experimentar. Me senti bastante estimulada a começar meu pequeno cultivo. Continue a nos presentear... Muito grata. Fausta
faustalourenco@gmail.com