sexta-feira, 16 de abril de 2010

Bananas. Na penca ou despenca. Eis a questão.


Assim como eu, muita gente deve ter recebido um email sobre conservação de bananas, dizendo que a melhor forma de aumentar a vida útil e evitar apodrecimento seria despencar as frutas, cortando uma a uma pelo cabinho. E assim como eu, muita gente deve ter feito a experiência. Não sei o que se descobriu, mas, depois dos testes, já tirei minhas próprias conclusões.
Todas estas bananas da foto foram colhidas pelo Marcos no dia 04 de abril, em Fartura. Antes de acomodá-las para a viagem, tirei as pencas dos cachos, passando uma faca bem afiada pelo eixo central. Tirei toda a sujeira, restos de folhas e bananas com danos na casca. Deixei apenas as bananas íntegras e sadias e joguei um jato de água nelas. Coloquei na peneira e deixei secar bem antes de embrulhar em acomodar no porta-malas. Depois de três dias já havia bananas maduras. E ainda hoje a fruteira está cheia. Felizmente não foram amadurecendo todas de uma só vez.
Uma das pencas, porém, separei das outras, levei para sala e dividi em duas porções. No grupo controle deixei as bananas agrupadas na penca. No outro, o teste: separei uma a uma da penca, cortando o cabinho com uma tesoura, não muito rente à fruta, para não machucar. Deixei um aviso à família para não comer, pois se tratava de uma experiência. Hoje dei o teste por encerrado e comi as duas bananas abertas da foto.
E cheguei a algumas conclusões: o amadurecimento se dá igualmente e, como se tratam de bananas da mesma penca, posso dizer que o fato de estarem ou não fora na penca não afeta em nada a maturação. No segundo dia, o corte na altura dos cabinhos já estava cicatrizado e, se a banana estiver livre de danos, ela vai continuar assim, sem rachaduras e tentações para os mosquinhos de fruta, até o fim de seus dias. A cicatriz permite que você transporte a banana com mais segurança. Ou seja, você pode colocar na bolsa sem muito risco de ela se abrir. E isto é muito prático para pessoas que, como eu, preferem uma banana a uma barrinha de cereais na hora da fome fora de casa.
Por outro lado, ao abrir um exemplar de cada grupo, pude perceber que a despencada estava mais amolecida abaixo da cicatriz. Então, se você não tem intenções de sair por aí carregando bananas de lanche, gosta de ver sua cesta de frutas decorada com lindas pencas, não costuma deixar a banana despencar de madura e toma todo o cuidado do mundo na hora de tirar uma banana para não injuriar as outras nem deixar cabinhos úmidos junto à penca, pode continuar deixando a banana quietinha na penca. Ou separe apenas uma parte despencada.
Bem, estas bananas foram cuidadas por mim desde o início, as pencas foram tiradas com cuidado e os frutos não passaram por câmara com gás etileno, não foram banhados com sulfato de alumínio e detergente e não foram pulverizadas com fungicidas. Então, o resultado com bananas comerciais não-orgânicas pode ser outro. Quem chegou a conclusões diferentes e quiser compartilhar, é só deixar comentários.


Todas da mesma penca, íntegras e amadurecidas por igual, depencadas ou não
A despencada, mais molinha na ponta

Esta é a da penca. Ambas, dulcíssimas
A grande vantagem de despencar é não expor a banana. É que quando ela está super madura, o cabinho se rompe ficando junto à penca, um prato cheio para drosófilas. Neste estágio, e acho que em qualquer outro, se estiver em penca, o melhor seria cortar com tesoura junto com o cabinho, em vez de puxar, cada vez que for pegar uma banana. A desvantagem das despencadas é apenas que perdem em boniteza.

11 comentários:

Bombom disse...

Maravilhosa explicação. Linda experiência! Obrigada, Neide, sempre com tão belas"lições". Bjs. Bombom

Anônimo disse...

Neide,
eu também recebi esse e, claro, também testei...rs rs
Mas as minhas bananas já estavam amadurecidas, no ponto certo para comer, só que eu moro sozinha...e como 1 única banana por dia para poder comer outras frutas...
Minha conclusão: a última banana permaneceu madura (sem ficar molenga) e intacta depois de 7 dias, como dizia o e-mail.
Observação: eu compro as bananas prata/Catarina.
Achei muito interessante todas as tuas observações, principalmente quanto a levar a banana como lanche! Infelizmente ainda temos tantos preconceitos alimentares...
Ainda bem que existe pessoas como tu que dividem tanta experiência e saber com grande maestria e simplicidade!
Um grande abraço,
Ingrid

Eliane disse...

Oi Neide aqui em casa, tambem temos banans organicas e minha mãe conserva sempre em pencas ela diz que fica mais bonito e com banana aqui em casa não sobra nunca, ela não ve vantagem nessa tecnica tambem. um beijão.

Taty disse...

Olá Neide...É a Taty de Brasília tudo bem? estou te escrevendo pra saber das pimentinhas (sementes)
To adorando seu blog e queria te passar algumas fotos do Jantar que fizemos aqui para o Carlo Petrini. Beijos Taty.

Neide Rigo disse...

Bombom, obrigada!

Ingrid, parte das minhas vão continuar fechadas. Veremos no que resulta.

Eliane, eu também acho as pencas mais decorativas. Mas vou sempre manter algumas separadas para carregar na bolsa.

Oi, Taty, tudo bem? Pensei que a Adriana tivesse divido as sementes com você. Cobre dela, que deve ter esquecido. Agora não tenho mais. Que pena! Mande as fotos para o meu email neide.rigo@gmail.com

beijos, N

Anônimo disse...

Neide pensei que a despenca, seria para não aprodecer, se uma aprodece outras ficam salvas. boa informação vou deixar em pencas.Bjs.Diu

joao bosco guerreiro da silva disse...

A vantagem de voltar a morar no sítio é que se pode deixar o cacho na bananeira até que os passarinhos comecem a comê-lo. Vocês precisam vir visitar...
Parabéns pelo blog.

Anônimo disse...

Oi Neide,

Adorei as informaçoes, como sempre.
A unica coisa que me deixou triste foi ler "banhados com sulfato de alumínio e detergente e não foram pulverizadas com fungicidas".
Quer dizer que toda a banana que como (nao sendo organica) passa por tudo isso? E, se passa, quanto de tudo isso fica retido na casca, ou, em outras palavras, a gente consegue minimizar o estrago por nao comer a casca?
Gaby (ainda no Rio)

adriana lucena disse...

vixe! na correria esqueci mesmo Neide... perdão,Taty! mande email pra mim pra combinar, mas ja adianto que em maio estarei em Brasilia de novo e levarei sementes.
abraço cordial, adriana

clau disse...

Obrigada Neide!
Pq tb eu tinha esta curiosidade de checar esta coisa, sabe?
Mas com as bananas daqui, caras e etc e tal, nao tinha me animado.
Valeu!
Bjs!

Neide Rigo disse...

Diu, também serve pra isto.

João Bosco, não fique fazendo inveja, tá?

Gaby! Infelizmente,sim. Nunca li nada sobre o quanto de tudo isto passa pra banana. Dizem que é seguro para a saúde, mas nossa função é desconfiar. De todo modo, as cascas são sempre uma barreira e, claro, não se deve comer a casca de frutas não orgânicas. Tudo bem contigo?

Adriana, vou cobrar pela Taty, hem?

Clau, com fartura é mais fácil arriscar.

um abraço, N